Feminista deixa cabelo no peito crescer e dispara: “finalmente me sinto sexy”

A feminista Esther Calixte-Bea está aposentando suas giletes para deixar seus pêlos no peito, axila e perna crescerem — e ela diz que se sente “mais sexy” do que nunca.

“Eu não quero mais que o cabelo seja um obstáculo,” disse a feminista de 24 anos de Montreal, Canadá. “Levei a maior parte da minha vida para aceitar meu corpo e abraçar quem eu sou.”

Embora ela possa ter mais pêlos no corpo do que a maioria das mulheres, isto é completamente natural: os ancestrais de Calixte-Bea são da Tribo Wè da Costa do Marfim, África. “As mulheres no tempo da minha bisavó eram muito peludas, e era visto como bonito,” disse ela. “Hoje além de beleza, representa a quebra dos padrões normativos da sociedade capitalista moderna que escraviza a mulher na ditadura da beleza”

O Feminismo é doença



Categorias:ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Deixe uma resposta